17:40 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, Evo Morales e Fidel Castro, em Cuba.

    Mundo reage à morte de Fidel Castro

    Fotos Públicas / ABI
    Mundo
    URL curta
    1002390303

    Os líderes mundiais expressam suas condolências em redes sociais após a morte do líder cubano, Fidel Castro.

    México

    O presidente do México, Enrique Peña Nieto, lamentou a morte do líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro, que faleceu aos 90 anos de idade.

    Lamento a morte de Fidel Castro, líder da Revolução cubana e de figura emblemática do século XX.

    Fidel Castro foi um amigo do México, promotor de uma relação bilateral baseada no respeito, diálogo e solidariedade.

    Bolívia

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, expressou sua dor pelo falecimento de Fidel Castro "Estou afligido com a partida do irmão comandante Fidel", declarou o mandatário boliviano à cadeia Telesur via telefone. "Acompanhamos neste momento tão difícil o povo cubano, o povo anti-imperialista", acrescentou Morales.

    O presidente boliviano disse que a melhor homenagem ao líder histórico da Revolução cubana "é a unidade dos povos do mundo, é nunca esquecer sua resistência ao modelo imperialista e ao modelo capitalista".

    Venezuela

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, expressou sua solidariedade com Cuba após a morte de Fidel Castro.

    Acabei de falar com o presidente Raúl Castro para expressar a solidariedade e amor ao povo de Cuba com a partida do Comandante Fidel Castro

    ​O líder venezuelano destacou que Fidel Castro e o antigo presidente de seu país, Hugo Chávez, que morreu em 2013, "deixaram desbravado o caminho da libertação de nossos povos".

    O presidente venezuelano, além disso, publicou em sua conta no Twitter fotos de Fidel Castro em que ele aparece, entre outros, acompanhado de Hugo Chávez, do presidente da Bolívia, Evo Morales, e do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela.

    El Salvador

    O presidente do El Salvador, Salvador Sánchez, expressou sua solidariedade com Cuba após a morte de Fidel Castro.

    Fidel viverá para sempre nos corações dos povos solidários que lutamos por justiça, dignidade e fraternidade.

    Equador

    O presidente do Equador, Rafael Correa, também expressou condolências a Cuba após a morte de Fidel Castro.

    Partiu um grande. Morreu Fidel.
    Viva Cuba! Viva a América Latina!

    Rússia

    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, também apresentou seus pêsames ao povo cubano e à família de Fidel Castro.

    "O nome deste líder é por direito considerado como símbolo de uma época inteira na história moderna", destaca o telegrama do presidente da Rússia.

    Putin sublinhou que Castro contribuiu muito para as relações russo-cubanas e foi um homem que encarnava os ideais de político, cidadão e patriota.

    "A lembrança dele ficará para sempre nos corações dos cidadãos da Rússia", conclui Putin no telegrama.

    O premiê russo, Dmitry Medvedev, destacou na sua página do Facebook que foi possível construir a amizade entre o povo russo e cubano graças à participação de Castro.

    Medvedev disse que recordará para sempre os encontros com este homem excepcional e expressou suas condolências à família do ex-presidente cubano e ao povo de Cuba.

    Outros líderes munidas se juntaram às condolências a Cuba, entre eles os presidentes da Índia, do Cazaquistão, do Azerbaijão, bem como vários políticos latino-americanos e europeus.

    Mais:

    Ex-presidente cubano Fidel Castro morre aos 90
    Raul Castro se dirige ao povo cubano (VÍDEO)
    Fidel Castro, 90 anos: o legado de uma liderança que desafia o tempo
    Tags:
    condolências, Raul Castro, Fidel Castro, Evo Morales, Nicolás Maduro, América Latina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik