04:54 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    202
    Nos siga no

    Especialistas militares russos dizem ter encontrado provas do uso de gás mostarda por militantes contra civis na província síria de Aleppo.

    A munição teria sido usada em um ataque de setembro em uma das aldeias na província de Aleppo. 

    "Uma análise expressa do conteúdo [de munições] realizada com um espectrômetro infravermelho portátil revelou a presença de o agente vesicante [gás mostarda]", declararam nesta sexta-feira (25) as Tropas Russas de Defesa Radiológica, Química e Biológica (RChBD). 

    Na segunda-feira, o Ministério da Defesa russo disse que especialistas militares russos encontraram cloro venenoso e fósforo branco em nove amostras do sudoeste de Aleppo.

    O porta-voz do ministério, general Igor Konashenkov, disse que a Organização das Nações Unidas para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) reluta em unir forças com a Rússia ou em enviar especialistas a Aleppo, enquanto alguns membros da OPAQ estão ignorando evidências de que armas químicas estão sendo usadas por militantes contra civis na Síria.

    Em 27 de outubro, o Painel de Peritos do Mecanismo Conjunto de Investigações da OPAQ-ONU divulgou seu último relatório alegando que o governo sírio havia usado armas químicas pelo menos três vezes no país ao longo de 2014 e 2015. Um relatório anterior disse que o grupo terrorista Daesh também foi responsável por vários ataques. 

    As forças do governo sírio têm lutado contra vários grupos de oposição e terroristas, incluindo o Daesh e a Frente Fatah al-Sham, antigamente conhecido como Frente al-Nusra.

    Mais:

    Moscou: novos civis conseguem deixar Aleppo em segurança
    Exército sírio priva terroristas de vantagens táticas em Aleppo
    Enviado Especial da ONU: Aleppo oriental pode ser destruída até final de dezembro
    Testes confirmam uso de armas químicas no sudoeste de Aleppo
    Tags:
    guerra química, gás mostarda, cloro, armas químicas, Ministério da Defesa, Frente Fatah al-Sham, Frente al-Nusra, Estado Islâmico, Daesh, OPAQ, Rússia, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar