23:36 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da União Europeia e da Turquia

    Europa teme perder instrumentos de pressão sobre Turquia

    © AP Photo/ Osman Orsal, File
    Mundo
    URL curta
    547105

    A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, diz que o fim das negociações para o ingresso da Turquia na União Europeia será uma perda para os dois lados.

    "No caso do fim do processo de ingresso eu penso que os dois lados perdem", disse ela nesta terça-feira, ao abrir os debates sobre a situação na Turquia, no âmbito da sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo. 

    Segundo Mogherini, UE perderia assim um importante canal de cooperação e um instrumento de pressão sobre a Turquia. A Turquia, por outro lado, "perderia muitíssimo".

    Mogherini apontou que a "transição da retórica para ação no que diz respeito à pena de morte será um sinal de que a Turquia não deseja ser membro da família europeia, nem do Conselho Europeu, nem da União Europeia". 

    Mais cedo, Mogherini, em nome dos 28 países-membros manifestou sérias preocupações com os recentes acontecimentos na Turquia. Os principais motivos para alarme seriam a possível restauração da pena capital, restrições à liberdade de imprensa, bem como a detenção de membros do parlamento turco do Partido Democrático dos Povos, conhecido por sua posição favorável aos curdos. UE vem declarando reiteradas vezes que o atual comportamento de Ancara coloca em xeque o seu ingresso na União Europeia.

    O acordo de associação entre UE e Turquia foi assinado em 1963. Em 1987, Ancara entrou com solicitação para ingressar na União Europeia. As negociações para o ingresso, que começaram somente em 2005, foram conturbados e eram frequentemente suspensos. Em março de 2016, os líderes dos países-membros da UE concordaram em acelerar as negociações, em troca da ajuda da Turquia para reduzir o fluxo de imigrantes e de refugiados, que transitam por seu território em direção ao Ocidente.  

    Mais:

    Segundo comissário europeu, UE deve avaliar a Turquia para além do governo de Erdogan
    UE pressiona Turquia para cumprir requisitos para regime sem vistos
    Um mês após tentativa de golpe: relações Turquia-UE piorando ainda mais
    Tags:
    política internacional, liberdade de imprensa, pena de morte, Parlamento Europeu, Federica Mogherini, Estrasburgo, Europa, UE, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik