01:30 19 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Grupo hacker Fancy Bears divulga documentos secretos denunciando WADA

    Alto funcionário do COI: McLaren deve apresentar provas reais do uso de doping na Rússia

    © Sputnik / Pavel Lisitsyn
    Mundo
    URL curta
    591

    O chefe da comissão independente da WADA, Richard McLaren, deve apresentar fatos e nomes dos envolvidos no escândalo de doping russo, pois as histórias sobre manipulação das amostras em Sochi 2014 parecem um roteiro de filme de Hollywood, disso o chefe da Federação Internacional de Esqui e membro do comitê executivo do COI, Gian-Franco Kasper.

    Em julho deste ano, em Toronto, McLaren divulgou os resultados da investigação sobre violações das normas anti-doping nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e acusou a Rússia de ter criado um sistema para burlar as normas, que teria apoio do governo. Em outubro, a Agência Internacional Antidoping WADA informou que McLaren pretende publicar a segunda parte do seu relatório em dezembro de 2016.  

    “Eu quero ver provas reais. Não podemos dizer com certeza se isso é verdade ou não. Ele (McLaren) deve apresentar as provas e os nomes”, citou as palavras de Kasper a agência Associated Press. 

    “Vocês sabem, todas essas histórias com frestas na parede em Sochi (para adulterar provas) soam para mim como um tipo de roteiro de filme de Hollywood. Dá para acreditar que os serviços secretos russos sejam tão burros para ficar abrindo buracos nas paredes? Parem com isso”, concluiu o oficial.

    Mais:

    Hackers divulgam nova leva de documentos denunciando WADA
    Apesar das denúncias, WADA garante que não será dissolvida
    Putin comenta escândalo do ataque hacker à WADA
    'Hackers russos não vazaram dados da WADA'
    Tags:
    escândalo, doping, WADA, COI, Gian-Franco Kasper, Richard McLaren, Sochi, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik