21:39 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Julian Assange, fundador do  WikiLeaks

    Assange: WikiLeaks não tem interesse em influenciar eleições dos EUA

    © REUTERS / Peter Nicholls
    Mundo
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    120
    Nos siga no

    O site WikiLeaks não tem filiação política e não tem nenhum desejo de afetar o resultado das eleições presidenciais dos EUA, o site publica a informação que tem. A declaração é do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, em um comunicado nesta terça-feira (8).

    "Às vésperas da eleição, é importante reafirmar por que publicamos o que temos… Nós publicamos material que nos é dado em caso de ter importância política, diplomática, histórica ou ética, e que não foi publicado em outro lugar. Até o momento, não podemos publicar o que não temos. Até agora, não recebemos informações sobre a campanha de Donald Trump, ou sobre a campanha de Jill Stein, ou a campanha de Gary Johnson… Isto não é devido a um desejo pessoal de influenciar o resultado da eleição", diz o comunicado. 

    Assange reiterou que o site não tem qualquer aliança com a Rússia, destacando que "a campanha de Clinton não pôde invocar evidências sobre nossas publicações porque elas não existem".

    O WikiLeaks tem publicado constantemente e-mails de John Podesta, o atual chefe de campanha da candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton.

    O primeiro lote das correspondências eletrônicas roubadas por hackers da caixa postal de Podesta foi divulgada em 8 de outubro. A campanha de Clinton acusa a Rússia por realizar o vazamento. 

    Na última segunda-feira (7) a própria WikiLeaks relatou ter sofrido ataque de hackers. 

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    WikiLeaks hackeado após publicação das cartas do Comitê Nacional Democrata
    WikiLeaks: CNN e Partido Democrata coordenaram perguntas da entrevista de Trump
    'É mentira': Assange sobre ligação da Rússia com publicações do WikiLeaks
    Amigo de Assange: Rússia nunca forneceu materiais ao WikiLeaks
    Tags:
    emails, vazamento, campanha, eleições, WikiLeaks, Donald Trump, Hillary Clinton, Julian Assange, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar