21:33 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Simpatizante do fundador do WikiLeaks Julian Assange segurando uma cópia do The WikiLeaks Files

    WikiLeaks hackeado após publicação das cartas do Comitê Nacional Democrata

    © REUTERS/ Toby Melville
    Mundo
    URL curta
    378004

    Após uma nova onda de vazamentos, o site do WikiLeaks sofreu um ataque violento de hackers, impedindo os usuários de acessar a página.

    A organização WikiLeaks comunicou que seus servidores foram hackeados em resultado da publicação do segundo lote de e-mails do Comitê Nacional Democrata dos EUA, comunica a agência de notícias russa RIA Novosti.

    "Os servidores web do WikiLeaks estão sendo sujeitos a um ataque maciço e deliberado tipo DDos (um ataque distribuído de negação de serviço) após publicação dos #DNCLeak2 (hashtag usado para denominar o segundo lote de e-mails do Comitê Nacional)", comunicaram representantes da organização nas páginas do WikiLeaks no Twitter e Facebook.

    ​Mais cedo, o WikiLeaks tinha divulgado 8.263 e-mails do Comitê Nacional Democrata. Esta é a segunda parte dos e-mails tornados públicos pela organização. A divulgação da primeira parte deu-se em 22 de julho, quando foram publicados 19.252 e-mails e 8.034 anexos enviados pela chefia do Comitê do Partido Democrata dos EUA.

    Mais:

    WikiLeaks revela que Obama mentiu sobre escândalo dos e-mails de Hillary Clinton
    Wikileaks: Apple envia dados de usuários ao governo dos EUA 'milhares de vezes por mês'
    Ex-embaixador dos EUA em Moscou: WikiLeaks é 'agente internacional' apoiado por Rússia
    Tags:
    e-mails, vazamento, ataque hacker, WikiLeaks, Comitê Nacional Democrata, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik