02:49 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    General Joseph Dunford

    Chefes militares dos EUA e da Turquia discutem 'ameaça' de curdos na luta anti-Daesh

    © AP Photo / Cliff Owen
    Mundo
    URL curta
    225
    Nos siga no

    O chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, Joseph Dunford, e seu homólogo turco, Hulusi Akar, discutiram neste domingo (6) os “riscos” associados à participação dos curdos nas operações militares contra o Daesh (autodenominado Estado Islâmico) no Iraque e na Síria, segundo informou o Estado-Maior Geral da Turquia.

    "Os chefes militares falaram sobre a operação em Mossul, a situação em Raqqa e o risco dos conflitos étnicos causados pelas atividades do PYD [Partido da União Democrática Curda] e do PKK [Partido dos Trabalhadores do Curdistão] na Síria e no Iraque", disse o Estado-Maior turco em um comunicado.

    Os chefes militares também discutiram a questão dos militantes curdos no assentamento sírio de Manbij e a “necessidade” de sua saída da cidade.

    "A necessidade de o Partido da União Democrática Curda e os militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão deixarem Manbij (na estrada de Jarabulus para Bab) também foi discutida", disse o comunicado.

    Mais:

    Iraque lança ofensiva contra último bastião de Mossul
    Sputnik esteve em bairro de Mossul, liberado do Daesh pelas tropas iraquianas
    Chefe do Pentágono reconhece que radicais podem fugir de Mossul para Síria
    EUA manterão canal anticonflito com Rússia para libertação de Raqqa
    Batalha por Raqqa: o que querem os EUA com sua operação 'urgente' na Síria?
    Ofensiva de curdos contra Daesh em Raqqa pode agravar relações entre EUA e Turquia
    Tags:
    ofensiva, terrorismo, operações militares, curdos, Estado Islâmico, Daesh, Estado-Maior, PKK, Partido da União Democrática (PYD), Joseph Dunford, Raqqa, Mossul, Iraque, Síria, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar