00:58 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    904
    Nos siga no

    Os EUA não querem se envolver em uma “corrida armamentista cibernética" com a Rússia, segundo afirmou o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em entrevista à Wired.

    "Nós discutimos isso. O perigo disso não pode ser exagerado. Não queremos começar a trilhar essa estrada. Você sabe, nós fizemos o controle de armas por 50 anos. Tivemos uma corrida armamentista onde nós construímos mais e mais armas nucleares. A última coisa de que precisamos é de uma corrida armamentista cibernética", disse Kerry ao portal Wired nesta terça-feira (1).

    O secretário de Estado observou que ambas as partes devem agir com responsabilidade, o que pode exigir mudanças nos acordos existentes, inclusive nos meios de verificação mútua sobre o cumprimento dos termos.

    Em 19 de outubro, durante o terceiro debate presidencial, a candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, afirmou que a Rússia estava por trás dos vazamentos do WikiLeaks relativos a seus e-mails, numa suposta tentativa de influenciar o resultado das eleições norte-americanas a favor do candidato republicano Donald Trump.

    As autoridades russas, por sua vez, negaram quaisquer intenções de interferir no processo eleitoral norte-americano.

    Mais:

    WikiLeaks revela que Obama mentiu sobre escândalo dos e-mails de Hillary Clinton
    Ex-embaixador dos EUA em Moscou: WikiLeaks é 'agente internacional' apoiado por Rússia
    WikiLeaks: 'Nos Estados Unidos não há eleições'
    WikiLeaks: Clinton e Trump mencionam Putin mais do que Daesh durante debates
    WikiLeaks publica 9º lote de polêmicos e-mails da campanha de Hillary Clinton
    FBI aperta Hillary Clinton na reta final da campanha
    Trump pede que Obama seja investigado por mentir sobre e-mails de Hillary
    Tags:
    eleições, hackers, ataques cibernéticos, segurança cibernética, acordos, guerra cibernética, corrida armamentista, e-mails, WikiLeaks, Wired, Hillary Clinton, Donald Trump, John Kerry, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar