23:30 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Pessoas aguardam ao lado de um ônibus, adornado com fotos dos candidatos à presidência dos EUA, Hillary Clinton e Donald Trump, antes do seu primeiro debate

    Pesquisa: Trump e Clinton praticamente empatados

    © AP Photo/ Mary Altaffer
    Mundo
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    123440120

    Uma pesquisa conjunta do jornal Washington Post com a emissora ABC News demonstrou que, a nove dias das eleições, a candidata à presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Hillary Clinton lidera por 1% o seu oponente do Partido Republicano, Donald Trump.

    “A pesquisa demonstra uma competição muito intensa: são 46% a favor de Clinton e 45% a favor de Trump”, informa a notícia. O Washington Post destaca que o fato do FBI ter reaberto as investigações sobre os e-mails de Clinton afetou menos do que era esperado a distribuição dos votos. “Somente três de cada dez entrevistados disseram que não apoiariam Clinton por isso”, informa o jornal.

    A pesquisa foi realizada com 1160 pessoas. O jornal destaca que a margem de erro é de 3 pontos percentuais.

    Durante a campanha, Donald Trump alegou reiteradas vezes que o jornal Washington Post e a

    emissora ABC apoiam a candidatura de Clinton.

    Uma outra pesquisa, realizada com mais de 3 pessoas e encomendada pelo jornal Los Angeles Times, mostra uma ligeira liderança de Trump: 46% contra 44,1% de Clinton.  

    A eleição presidencial nos EUA será realizada no dia 8 de novembro.

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    FBI aperta Hillary Clinton na reta final da campanha
    Novas revelações sobre e-mails de Clinton a caminho
    FBI reabre investigação contra Hillary Clinton
    Trump promete cancelar reforma da saúde de Obama se for eleito
    Trump pede que Obama seja investigado por mentir sobre e-mails de Hillary
    Trump: mídia apoia Clinton, mas quem vencerá serei eu
    Tags:
    eleições presidenciais, pesquisa, eleições nos EUA, Los Angeles Times, ABC, Washington Post, Hillary Clinton, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik