06:44 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-voz da Casa Branca Josh Earnest

    EUA não têm provas, mas têm convicção de que Síria ou Rússia atacaram escola em Idlib

    © East News / AP
    Mundo
    URL curta
    2015
    Nos siga no

    Casa Branca reconheceu nesta quinta-feira não saber que é o autor do ataque contra uma escola em Idlib, mas acusou o governos da Síria e da Rússia.

    "Não sabemos quem realizou o ataque — se foi o regime (do presidente da Síria, Bashar Assad) ou se foi a Rússia. Mas sabemos que foi um desses dois", disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest. 

    "Sabemos que a escola foi atacada. Não pode haver justificativas para isso", adicionou o alto funcionário.

    Além disso, Earnest destacou que, "mesmo a responsabilidade sendo de Assad, ele age com apoio da Rússia".

    Mais cedo, o ministério da Defesa da Rússia negou qualquer participação no ataque, informado pela Unicef. A organização informou em seu site sobre a morte de 22 crianças e de 6 professores durante ataques à escola na cidade de Idlib. O representante permanente da Rússia junto à ONU, Vitaly Churkin, classificou a notícia de terrível e condenou os ataques a civis.

    Mais:

    Síria acusa EUA de bombardear hospital apoiado pela MSF em Idlib
    Moscou nega ter atingido hospital em Idlib com ataques aéreos
    Tags:
    criança, escola, Casa Branca, Unicef, Josh Earnest, Idlib, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar