03:01 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Combatentes curdos Peshmerga observam região próxima a Bashiqa, a 25 km de Mossul

    EUA ainda não decidiram sobre presença de tropas no Iraque após a batalha por Mossul

    © AFP 2019 / SAFIN HAMED
    Mundo
    URL curta
    Ofensiva de Mossul (96)
    216
    Nos siga no

    Washington e Bagdá ainda não determinaram se haverá tropas norte-americanas no Iraque após a eventual derrota do Daesh (Estado Islâmico) em Mossul, segundo informou nesta terça-feira o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby, em entrevista coletiva.

    "Eu não tenho certeza de que houve qualquer discussão ou decisão tomada [para] depois da derrota do [Daesh]", disse Kirby aos repórteres. "Obviamente, nós vamos continuar a consultar e a coordenar com o governo iraquiano", acrescentou.

    Kirby admitiu, no entanto, que a luta contra o Daesh não vai acabar com a recaptura de Mossul.

    O Pentágono ressaltou que as tropas dos EUA estão servindo em um número limitado para "aconselhar e ajudar" na formação das forças de segurança iraquianas, bem como para apoiar as unidades iraquianas e Peshmerga com ataques aéreos na batalha por Mossul, a segunda maior cidade do país.

    Após o envio de 600 funcionários adicionais para o Iraque no mês passado, existem agora cerca de 5.000 soldados norte-americanos dentro do país.

    Tema:
    Ofensiva de Mossul (96)

    Mais:

    Premiê do Iraque: tropas iraquianas avançam em Mossul
    Casa Branca: operação em Mossul não é uma catástrofe
    Daesh está minando as pontes do Tigre e reagrupando as tropas em Mossul
    Iraque nega participação da Turquia na operação de Mossul
    Forças Peshmerga anunciam missão cumprida a nordeste de Mossul
    Tags:
    batalha, presença militar, tropas, soldados, Estado Islâmico, Daesh, Peshmerga, Pentágono, EUA, Iraque, Mossul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar