09:43 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko e vice-presidente dos EUA Joe Biden

    Poroshenko nega existência de acordos secretos com o Ocidente

    © Sputnik / Mikhail Palinchak
    Mundo
    URL curta
    9014

    O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, negou relatos de que a Ucrânia supostamente tem acordos secretos com países ocidentais sobre a implementação dos acordos de Minsk, os quais regulam a resolução do conflito no sudeste do país.

    "O primeiro mito é que existem alguns acordos secretos sobre Minsk que ainda são desconhecidos para o público ou para nossos parceiros. Eu quero descartar fortemente isso. Isso é um estilo antinatural da diplomacia europeia", disse Poroshenko em entrevista às emissoras de televisão ucranianas neste domingo (23).

    Ele reiterou ainda que os acordos de Minsk são a única maneira de resolver o conflito na região ucraniana oriental de Donbass.

    "Há também outros mitos de que Minsk teria se esgotado e de que há supostamente uma outra alternativa. Eu ressalto que hoje Minsk é o único caminho para a paz", disse Poroshenko. 

    Em abril de 2014, as autoridades de Kiev lançaram uma operação militar contra os movimentos independentistas em Donbass. Em fevereiro de 2015, os dois lados chegaram a um acordo de cessar-fogo depois de conversas mediadas pelos líderes da Rússia, da França, da Alemanha e da Ucrânia — o chamado quarteto da Normandia — na capital bielorrussa de Minsk. 

    Os acordos preveem um cessar-fogo total, a retirada de armas a partir da linha de contato no leste da Ucrânia, a troca de todos os prisioneiros e reformas constitucionais que dariam um estatuto especial para as autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk. Ambos os lados do conflito, no entanto, continuam se acusando mutuamente de violar os acordos.

    Mais:

    Assassinato de líder independentista em Donetsk pode agravar situação no leste da Ucrânia
    Militares ucranianos atacam no sul da República Popular de Donetsk, hostilidades em curso
    Kiev acorda troca de prisioneiros com Donetsk e Lugansk
    Donetsk afirma que militares ucranianos usam armas proibidas pelos Acordos de Minsk
    Tags:
    acordos secretos, armas, troca de prisioneiros, cessar-fogo, Acordos de Minsk, Pyotr Poroshenko, França, Alemanha, Rússia, Donetsk, Lugansk, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik