10:11 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Porta-aviões russo, Admiral Kuznetsov nas águas internacionais da Noruega, 1 9 de outubro de 2016

    'Os russos estão chegando': histeria na mídia britânica

    © REUTERS/ Serviço de patrulha da Noruega
    Mundo
    URL curta
    10121438559

    A passagem de um grupo de navios de guerra russos através do Canal da Mancha com destino à Síria causou um enorme rebuliço na mídia britânica. A imprensa do Reino Unido acompanhou o processo, informando sobre a aproximação de navios russos quase de hora em hora.

    A imprensa citou ativamente uma fonte anônima da OTAN, segundo qual Rússia teria enviado toda a Frota do Norte à Síria, embora para a costa deste país tivesse sido enviado apenas um grupo de navios.

    Oficiais britânicos asseguram que a Rússia não pegou Londres de surpresa e que a Marinha do Reino Unido vai acompanhar os acontecimentos "em regime normal". Mas a mídia, especialmente a mais sensacionalista, tem publicado matérias com manchetes assustadoras umas atrás de outras.

    O tabloide The Sun advertiu: "Os Russos estão chegando. Os navios da guerra nucleares de Vladimir Putin estão se movendo em direção ao Canal da Mancha e a Marinha do Reino Unido está pronta para dar o alarme". "Flotilha de navios nucleares russos flagrada saindo da base e se dirige para a Grã-Bretanha", escreveu o jornal.

    Captura de tela do The Sun
    © Foto: Captura de tela do The Sun
    Captura de tela do The Sun

    "A Rússia promete resposta dura às novas sanções, enquanto seus navios de guerra se aproximam da Grã-Bretanha" assim Daily Star decidiu juntar duas notícias pouco ligadas entre si. A edição até advertiu que a frota russa pode "cercar" a Grã-Bretanha e que começou a "contagem regressiva para a Terceira Guerra Mundial".

    Atenção particular merecem os "planos de interceptação" de navios russos, descritos por todos os tabloides ingleses sem exceção.

    Captura de tela da pagina do Daily Mail
    © Foto: Captura de tela da pagina do Daily Mail
    Captura de tela da pagina do Daily Mail

    As manchetes se tornavam a cada momento mais assustadoras: "Com quem você quer brincar, 'mister' Putin? A Marinha inglesa promete não perder de vista a frota de Vladimir Putin," assim apresentou o The Sun a declaração do Ministério da Defesa britânico sobre a passagem da flotilha.

    O Daily Express  aumentava a pressão da situação informando sobre a aproximação dos navios: "A potência nuclear russa bate à nossa porta: a temível  frota nuclear de Putin está a 10 quilômetros de Dover".

    "Os russos estão perto. Heróis da Marinha real observam frota nuclear de Putin",  escreveu The Sun. Quando, finalmente, os navios  entraram no Canal da Mancha, a edição já falava sobre "invasão".

    O Daily Mail reagiu à aproximação do grupo naval russo com um aviso belicoso. "Cuidado, russos. O destroier mais moderno da Marinha britânica faz a frota de Putin sair do Canal da Mancha”.

    O tabloide até publicou a opinião de uma testemunha, Nigel Scutt, que acompanhava os navios no estreito. "Eu nunca vou esquecer este dia <…> conseguimos chegar muito perto. Hoje em dia, é quase impossível ver uma frota tão ameaçadora de navios de guerra, isso é foi impressionante", disse ele.

    Mais:

    Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov ruma ao Mediterrâneo
    Navio russo Admiral Kuznetsov supostamente combaterá Daesh na Síria
    ONU aprova resolução do Reino Unido sobre Aleppo
    Reino Unido acusa Rússia de tentar prolongar guerra na Síria, Rússia responde
    Tags:
    histeria, Admiral Kuznetsov, Frota do Norte, Canal da Mancha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik