03:41 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Exercícios navais dos EUA e das Filipinas nas águas do Mar do Sul da China, em junho de 2014

    Pequim condenou patrulha de contratorpedeiro dos EUA no mar do Sul da China

    © AFP 2017/ NOEL CELIS/POOL
    Mundo
    URL curta
    202032142

    O ministério das Relações Exteriores chinês condenou uma patrulha realizada por um contratorpedeiro norte-americano nos arredores de ilhas, objeto de disputa territorial, no mar do Sul da China.

    A imprensa informou que o contratorpedeiro USS Decatur trafegou a 12 milhas marítimas das ilhas Triton Island e Woody Island, localizados no arquipélago Paracel, no âmbito de uma operação de patrulhamento.

    Segundo anúncio de Pequim, o navio de guerra dos EUA deveria ter recebido uma autorização do governo chinês para navegar em zonas territoriais, o que não foi feito. Dessa forma, segundo Pequim, o navio “violou a soberania da China e os seus interesses na área de segurança, comprometendo a paz”.

    Mais cedo, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, declarou que os EUA não esperam que a recente patrulha do contratorpedeiro dos EUA no mar do Sul da China suscite protestos de Pequim, pois a sua patrulha era de caráter pacífico e voltada a defender a livre navegação na região.

    Mais:

    China e Filipinas voltam a debater situação do mar do Sul da China
    Presidente filipino: mar do Sul da China é nosso
    Pequim afirma agir conforme a lei no mar da China Oriental
    Pequim desenvolve mini reator nuclear para as ilhas no Mar do Sul da China
    Rússia e China realizam exercícios conjuntos no mar do Sul da China
    Tags:
    disputa territorial, Josh Earnest, EUA, China, Mar do Sul da China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik