01:48 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0132
    Nos siga no

    Os Estados Unidos e a sua coalizão não consideram mais a Frente al-Nusra como um objetivo da luta contra o terrorismo na Síria. É o que afirma o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    "Não nos surpreendem as declarações de que a al-Nusra não é objetivo da coalizão dos EUA", disse Lavrov em uma coletiva de imprensa após reunião com seu homólogo da Guatemala, Carlos Morales. 

    Segundo o chanceler, os norte-americanos não fazem nenhum esforço para combater este grupo terrorista. 

    "Nos contatos regulares que mantenho com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, recordo constantemente que a coalizão atua com moderação em relação ao Daesh e no que diz respeito à Frente al-Nusra não se vê nenhum resultado", destacou. 

    O ministro acrescentou que Moscou suspeita que há um plano para manter intacta a Frente al-Nusra e utilizá-la depois para derrubar o Governo sírio. 

    A Síria vive uma guerra civil desde 2011 em que o Exército do país enfrenta grupos armados da oposição e organizações terroristas como o Daesh (Estado Islâmico) e a Frente al-Nusra, ambas proibidas na Rússia e em outros países. 

    Mais:

    Senador russo: Frente al-Nusra derrama sangue em Aleppo, não Rússia
    Rússia: oposição não expulsa Frente al-Nusra de Aleppo só porque não quer
    Mídia ocidental silencia assassinato de crianças em Aleppo pela Frente al-Nusra
    Assad: 'Exército Livre da Síria é igual ao Daesh e à Frente al-Nusra'
    Tags:
    Síria, Rússia, EUA, Sergei Lavrov, Daesh, Estado Islâmico, Frente al-Nusra, terrorista, antiterrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar