21:54 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    8211
    Nos siga no

    A política de sanções contra a Rússia por parte da União Europeia serve como um teste da credibilidade das instituição do blocoos europeu. A declaração é do presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.

    "A implementação da política de sanções é uma questão de todas as instituições da União Europeia e da verificação de sua credibilidade", disse Schulz durante uma reunião conjunta com os líderes dos 28 Estados membros da União Europeia em Bruxelas.

    Torres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016
    © Sputnik / Natalya Selivyorstova
    Durante o jantar de trabalho, os participantes da cúpula realizaram discussões sobre uma linha política comum da União Europeia em relação à Rússia, mas não foram e não serão tomadas decisões, incluindo sobre possíveis sanções adicionais contra a Rússia por conta da Síria.

    Anteriormente, o representante do Departamento de Estado norte-americano declarou que não exclui a hipótese de introduzir sanções contra a Rússia em caso de fracasso da diplomacia na Síria.

    O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, disse não há razões de introduzir mais sanções, pois a Rússia é o único país que luta contra o terrorismo na Síria de forma legítima.

    Mais:

    EUA consideram sanções mais severas contra Coreia do Norte após teste nuclear
    Moscou promete resposta dolorosa às sanções dos EUA
    União Europeia pretende reforçar sanções contra sírios
    'Nenhum dos países da UE pensou em introduzir sanções contra Rússia por causa da Síria'
    Tags:
    credibilidade, sanções, Parlamento Europeu, Martin Schulz, EUA, Síria, Rússia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar