07:01 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Furacão Matthew

    Roscosmos: Venezuela assina Carta Internacional sobre Espaço e Grandes Catástrofes

    NOAA
    Mundo
    URL curta
    210

    A Agência Bolivariana de Atividades Espaciais, agência espacial da Venezuela, assinou a Carta Internacional sobre o Espaço e Grandes Catástrofes, segundo anunciou nesta quinta-feira (20) a agência espacial russa, Roscosmos.

    A Carta é um protocolo não vinculativo que engloba várias agências espaciais com o objetivo de criar um sistema unificado de aquisição e entrega de dados espaciais para melhorar a eficácia e a organização das operações de socorro em regiões afetadas por desastres naturais, bem como para prevenir acidentes e facilitar a reconstrução de infraestruturas destruídas.  

    No começo do dia, a Roscosmos realizou uma reunião de seu conselho de administração e secretariado executivo.

    "A reunião de hoje e a adesão à Carta por parte dos colegas da Venezuela são eventos importantes para a cooperação internacional das agências espaciais e dos operadores de sistemas espaciais, interessados no livre uso dos recursos de satélite para lidar com situações de emergência", disse o vice-chefe da Roscosmos, Sergei Saveliev, citado em declaração da agência russa.

    A Venezuela é o 16º membro a assinar a Carta. Além da Roscosmos e da Agência Bolivariana de Atividades Espaciais, o documento também inclui as agências espaciais da França, da Alemanha, do Brasil, da Grã-Bretanha, do Canadá, da Índia, da China, da Coreia do Sul e do Japão, bem como de outras organizações de todo o mundo.

    Mais:

    Sistema de defesa antimíssil dos EUA coloca ameaças ao uso seguro do espaço
    Módulo da ExoMars começa descida de 3 dias até a superfície de Marte
    Roscosmos planeja estudar proximidade imediata do Sol
    Tags:
    agência espacial, prevenção, desastres naturais, cooperação espacial, Carta Internacional sobre o Espaço e Grandes Catástrofes, Agência Bolivariana de Atividades Espaciais, Roscosmos, Rússia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik