03:55 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Um homem digita em um teclado de computador

    NBC: CIA prepara ciberataque contra o governo da Rússia

    © REUTERS / Kacper Pempel
    Mundo
    URL curta
    43533

    A Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA), por solicitação da administração do país, está preparando um ciberataque sem precedentes contra a Rússia, informou a emissora NBC, citando fontes na inteligência norte-americana.

    Segundo as fontes da emissora, o alvo da operação seriam as autoridades russas. A CIA, dizem as fontes, deve apresentar seus planos à Casa Branca o mais breve possível.

    Os detalhes do ataque e os seus prazos não foram especificados. A emissora, no entanto, revelou que a CIA “começou a escolher os alvos e a implementar ações preparativas”. As fontes da NBC não excluem a possibilidade da CIA estar em posse de documentos, que podem comprometer o mais alto escalão do governo russo.

    A emissora disse que o ataque seria uma forma de “retaliação” pela suposta interferência de Moscou no andamento das eleições presidenciais nos Estados Unidos.

    Na semana passada, o diretor da inteligência nacional norte-americana emitiu um comunicado, no qual acusou a Rússia de tentar influenciar os resultados das eleições nos EUA através da realização de ciberataques. Os serviços secretos norte-americanos vem acusando a Rússia de tentar interferir com o processo eleitoral, inclusive sugerindo que Moscou estaria apoiando a candidatura de Donald Trump. O porta-voz do presidente russo, Dmitri Peskov, classificou essas acusações de infundadas.

    Mais:

    Aliados de Sanders descartam envolvimento da Rússia em ciberataque ao Partido Democrata
    Inteligência dos EUA pensa que Moscou esteja por trás do ciberataque ao Partido Democrata
    OTAN cogita resposta militar aos ciberataques
    Maior parte dos países com armas nucleares possui sistemas vulneráveis a ciberataques
    Tags:
    Internet, ciberataque, NBC, CIA, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik