21:03 01 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    232
    Nos siga no

    A embaixada russa nos EUA não recebeu prova alguma sobre o suposto envolvimento russo no ciberataque contra o Partido Democrata, disse aos jornalistas o embaixador da Rússia em Washington, Sergei Kislyak.

    "Não, nada foi apresentado", respondeu o diplomata, quando perguntado se recebeu algum material com provas das acusações.

    "Eles apresentam isso como fato e esperam que nós simplesmente acreditemos", completou o embaixador.

    Durante os últimos meses, veio ao público a informação sobre a invasão dos sistemas computadorizados do Partido Democrata dos EUA. A presidente do comitê democrata Debbie Wasserman Schultz renunciou após a publicação pelo WikiLeaks da sua correspondência com membros do partido. A imprensa divulgou que os dados foram transmitidos pelo hacker Guccifer 2.0. Além disso, os hackers invadiram os sistemas de outras organizações do Partido Democrata, responsáveis pela realização de eleições em diversos níveis. 

    Os representantes do Partido Democrata e a candidata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, acusaram a Rússia de envolvimento nos ataques, pois Moscou, supostamente, buscaria influenciar o resultado das eleições em curso. Os EUA não apresentaram até o momento nenhuma prova da participação russa nos referidos incidentes.

    Mais:

    Hacker vaza novos documentos secretos do Partido Democrata dos EUA
    Assange descobre segredo da 'marca russa' em ataques contra software do Partido Democrata
    Assessoria de Clinton confirma terceiro ataque hacker contra software do Partido Democrata
    Aliados de Sanders descartam envolvimento da Rússia em ciberataque ao Partido Democrata
    Tags:
    ciberataque, hacker, Partido Democrata, Sergei Kislyak, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar