06:55 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Um ano da operação russa na Síria (24)
    0 152
    Nos siga no

    O embaixador da Rússia nos Estados Unidos, Sergei Kislyak, declarou que a Rússia vai manter sua presença militar na Síria o tempo que a situação do país necessitar.

    "Nós estaremos lá [na Síria] o quanto a situação demandar", disse o diplomata em pronunciamento nesta terça-feira (11). 

    Ao ser questionado sobre a manutenção da larga presença militar na Síria, o embaixador também notou que a presença das forças russas na Síria não é tão significante.  

    O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, havia afirmado anteriormente que durante um ano da operação aérea russa na Síria foi libertada uma grande parte do território do país. 

    A Rússia lançou uma operação aérea contra as posições terroristas na Síria em 30 de setembro de 2015 a pedido do presidente sírio Bashar Assad. Desde essa altura e até março de 2016 a aviação russa realizou mais de 9 mil missões contra grupos terroristas, apoiando Damasco em ofensivas em regiões-chave do país.

    Tema:
    Um ano da operação russa na Síria (24)

    Mais:

    Um ano da operação russa na Síria permitiu estabilizar situação no país
    Damasco: operação russa na Síria mostrou-se eficaz na luta contra terrorismo
    Um ano de Rússia na Síria – conheça a estrutura e os resultados da operação russa
    Um ano depois: 'operação russa foi o salvamento da Síria'
    Tags:
    embaixador, presença militar, Ministério da Defesa (Rússia), Sergei Kislyak, Bashar Assad, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar