22:31 17 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Protesto contra TTIP

    Merkel reconhece que alemães confiam mais na Rússia do que nos EUA

    © REUTERS / Kai Pfaffenbach
    Mundo
    URL curta
    3201

    A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, condenou a relutância dos empresários alemães em negociar um acordo de livre comércio entre os Estados Unidos e a União Europeia (TTIP), acusando-os de antiamericanismo.

    Merkel participu nesta sexta-feira (7) do Dia da Indústria Alemã 2016, em Berlim. 

    "Se a conversa fosse sobre um acordo correspondente com a Rússia, nós não teríamos nem a metade das críticas que ouvimos agora. Devemos pensar sobre isso", observou a chanceler.

    Merkel fez um apelo aos empresários para reconsiderar a sua atitude em relação à cooperação econômica com os Estados Unidos. 

    Anteriormente, o vice-chanceler e ministro da Economia, Sigmar Gabriel, havia declarado que as negociações do Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) haviam sido interrompidas. 

    ​Os opositores à negociação acreditam que o acordo reflete exclusivamente os interesses de empresas multinacionais, que são a favor da redução de medidas de controle e desregulamentação na Europa. 

    Durante o mês de setembro, a Alemanha teve diversos protestos contra contra a celebração do acordo, reunindo dezenas de milhares de pessoas em diversas cidades do país. 

    Mais:

    Propostas vazadas mostram que TTIP minará política verde da UE
    Greenpeace hasteia bandeira anti-TTIP em Madri para visita de Obama
    TTIP continua sendo prioridade para Obama apesar do Brexit, diz Casa Branca
    França anuncia que TTIP é impossível
    EUA avaliam impacto do Brexit para o TTIP
    Tags:
    protesto, acordo, comércio, Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), EUA, Rússia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik