23:07 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira nacional síria perto de uma igreja ortodoxa no bairro cristão da cidade de Aleppo, Síria, 12 de agosto de 2016

    Turquia, Rússia, Síria e Irã unidos podem fazer os EUA recuar no Oriente Médio

    © Sputnik / Mikhail Alaeddin
    Mundo
    URL curta
    65424

    Turquia, Rússia, Síria e Irã devem formar uma aliança para por fim ao conflito sírio, disse o ex-chefe da inteligência turca, general Ismail Hakki Pekin.

    "Penso que neste momento deve acontecer o seguinte: Turquia precisa cooperar com o regime sírio. Turquia, Síria, Rússia e Irã — se estes países unirem os esforços, é possível que consigam pressionar os EUA e os EUA recuarão", disse o general à agência Sputnik. Do ponto de vista de Pekin, EUA desejam destruir a unidade da Síria, enquanto a Rússia busca a preservar. 

    Segundo Pekin, se esses países não formarem uma aliança, as violações de acordos entre Moscou e Washington continuarão acontecendo, prorrogando a guerra por mais 10-15 anos. 

    Além disso, Pekin pensa que Ancara deve aumentar a amplitude territorial da sua operação militar terrestre na Síria. O general disse que a Turquia não deve considerar o presidente da Síria, Bashar Assad, como inimigo de Ancara. 

    "Para nós não é Assad o importante, mas os sírios. Se for necessário, apoiaremos os sírios e não o Assad", disse Pekin.

    Mais:

    Ao contrário dos EUA, Rússia e Turquia 'se entendem muito bem' no jogo de xadrez sírio
    'Turquia altera atitude em relação ao governo sírio graças à Rússia'
    General russo: Rússia e Turquia não acordaram entre si operação na Síria
    Rússia e Turquia mantêm diálogo construtivo sobre Síria, apesar das divergências
    Cooperação entre Rússia e Turquia é 'chave para resolução da crise síria'
    Tags:
    Guerra Civil Síria, Ismail Hakki Pekin, Turquia, Irã, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik