05:48 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA

    Ministro da defesa dos EUA diz que Kerry, sem sucesso, busca uma solução política na Síria

    © Sputnik/ David B. Gleason
    Mundo
    URL curta
    2829

    O ministro da Defesa dos EUA, Ashton Carter, disse que a solução para a crise na Síria deve ser política e não militar.

    “Acho que o Secretário de Estado (John) Kerry está tentando fazer, por enquanto sem sucesso, mas de modo compreensível do ponto de vista da população síria, é por fim à guerra civil. Isso não pode ser alcançado através dos meios militares. Isso deve ser alcançado por via política e essa é a nossa abordagem”, disse Carter em uma coletiva de imprensa no âmbito do fórum ministerial da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), realizado no Havaí.

    Ele reconheceu que, por enquanto, os esforços de Kerry não tiveram sucesso, mas esse seria o vetor do seu trabalho. O ministro reiterou, por outro lado, que a Rússia não está exercendo uma pressão necessária sobre as autoridades síria para promover uma solução política da situação no país.

    No dia 19 de setembro, chegou ao fim o prazo do cessar-fogo na Síria. A Rússia destacou que o regime de trégua foi respeitado somente por Damasco, enquanto a oposição e diversos grupos terroristas aproveitaram para reagrupar as forças. Moscou salientou que os EUA, até o presente momento, não cumpriram o seu compromisso de separar a oposição síria dos grupos terroristas.

    Mais:

    Rússia e EUA na Síria – percebe a diferença?
    Ainda existem chances de reviver acordo entre Rússia e EUA sobre Síria
    O que eles querem? EUA divulgam normas sobre proibição de cooperação com a Rússia
    Rússia responde à ameaça dos EUA de romper cooperação na Síria
    Tags:
    cessar-fogo, Guerra Civil Síria, Pentágono, John Kerry, Ashton Carter, Síria, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik