15:53 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Merkel e Obama na cúpula de G7

    Obama e Merkel responsabilizam Moscou e Damasco pela situação na Síria

    © REUTERS/ MICHAEL KAPPELER
    Mundo
    URL curta
    1112

    O presidente dos EUA, Barack Obama, e a primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, durante uma conversa telefônica, manifestaram a posição comum de que as autoridades de Damasco e de Moscou “têm uma responsabilidade especial” sobre a normalização da situação na Síria, informou um comunicado da Casa Branca nesta quinta-feira.

    "Eles (Obama e Merkel) manifestaram uma posição comum de que a Rússia e o regime sírio possuem responsabilidade especial pelo cessar-fogo na Síria e pela organização do acesso da ajuda humanitária da ONU à áreas sitiadas e de difícil acesso”, informou o comunicado.

    Merkel e Obama também solicitaram às autoridades sírias e russas a interrupção da operação militar em Aleppo, na qual, supostamente, civis estariam sendo vitimados.

    Na quarta-feira, o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, em conversa com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que Washington pretende interromper a cooperação com Moscou na Síria, se a ofensiva das tropas de Damasco em Aleppo não cessar. 

    Mais:

    Rússia responde à ameaça dos EUA de romper cooperação na Síria
    Kirby: EUA estão levando a sério possibilidade de suspender relações com a Rússia
    Putin e Merkel discutem acordo entre Rússia e EUA sobre Síria
    Rússia pronta para continuar diálogo com EUA sobre ações conjuntas na Síria
    Tags:
    Guerra Civil Síria, Angela Merkel, Barack Obama, EUA, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik