10:15 16 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    FMI predio

    FMI está 'satisfeito' por voltar à Argentina

    Karen Bleier/AFP
    Mundo
    URL curta
    735017

    O Fundo Monetário Internacional (FMI) está satisfeito por retomar seu relacionamento com a Argentina, disse aos repórteres nesta segunda-feira o chefe da missão da organização no país, Roberto Cardarelli, após uma reunião com líderes da indústria.

    "Estamos com grandes expectativas, termos muitas reuniões e estamos muito satisfeitos de estar aqui. Ao fim da missão, faremos uma declaração à imprensa," disse Cardarelli, ao sair da sede da União Industrial Argentina (UIA), segundo a agência de notícias Télam.

    Esta é a primeira missão do FMI à Argentina em mais de 10 anos. Nesta segunda-feira, os enviados do fundo iniciaram uma auditoria das contas públicas e de projeções do Produto Interno Bruto (PIB) do país, informou o jornal Clarín.

    Os técnicos do FMI permanecerão no país por 12 dias e se reunirão com o presidente do Banco Central, Federico Sturzenegger, o Ministro da Fazenda e Finanças, Alfonso Prat Gay, e o Chefe do Gabinete de Ministros, Marcos Peña.

    A última missão realizada pelo FMI no país for realizada em 2006.

    Na ocasião, o então presidente Nestor Kirchner (2003-2007) decidiu suspender a realização de missões da organização, após seu governo ter quitado a totalidade da dívida do país com o FMI.

    Mais:

    Argentina começa a pagar US$ 9,3 bilhões aos fundos abutres
    Argentina faz endividamento recorde no exterior para pagar a fundos abutres
    Tags:
    FMI, Roberto Cardarelli, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik