17:53 28 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1005
    Nos siga no

    Os Estados Unidos decidiram enviar cerca de 40 soldados das forças especiais americanas ao norte da Síria para ajudar as forças armadas turcas na luta contra a organização terrorista Daesh (Estado islâmico). A informação foi divulgada no jornal Wall Street Journal, citando autoridades dos EUA não identificadas.

    A publicação diz que a chegada de forças especiais na Síria é esperada para os próximos dias. Os militares devem participar de uma missão conjunta com a Turquia, na região leste da cidade síria de Dabik. Segundo a fonte, o número total de forças especiais dos EUA na Síria não passará da marca de 300 pessoas.

    O plano de trabalho conjunto dos EUA e a Turquia foi aprovado pelo presidente norte-americano, Barack Obama, durante esta semana. Segundo a fonte do jornal, este passo tem o objetivo de reforçar as relações com aliados dos EUA na luta contra o Daesh.

    O exército da Turquia iniciou em 24 de agosto a operação Escudo do Eufrates contra o grupo Daesh, e com a ajuda da oposição síria tomou a cidade Jarablus. Representantes dos curdos sírios alegam que as ações do exército turco são, acima de tudo, uma agressão contras os curdos. 

    Os EUA criticaram as ações turcas sobre as forças curdas e pediram foco na luta contra o Estado Islâmico. Damasco classificou as ações de Ancara como violação de soberania. 

    Mais:

    Chanceler turco repreende embaixador dos EUA por se comportar 'como governante da Turquia'
    Turquia apoia plano de cessar-fogo entre Rússia e EUA na Síria
    EUA e Turquia desenvolvem estratégia conjunta para libertar Raqqa
    Ao contrário dos EUA, Rússia e Turquia 'se entendem muito bem' no jogo de xadrez sírio
    Tags:
    soldados, terrorismo, Daesh, Estado Islâmico, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar