13:48 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Mevlut Cavusoglu

    Chanceler turco repreende embaixador dos EUA por se comportar 'como governante da Turquia'

    © AP Photo/ Andrew Harnik
    Mundo
    URL curta
    665251

    O embaixador dos EUA em Ancara não é o governante da Turquia e deve exercer suas atividades conforme a convenção de Viena sobre relações diplomáticas, declarou o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu.

    A embaixada dos EUA emitiu um comunicado, manifestando preocupação com a decisão de Ancara de afastar do cargo 28 governadores, por suposta ligação com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), proibido no país, e com a organização do clérigo muçulmano oposicionista Fethullah Gulen.

    A declaração da embaixada norte-americana foi duramente condenada pelo primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, que classificou de inadmissíveis as "tentativas de dar aulas de democracia à Turquia".

    "O embaixador dos EUA não é um governante da Turquia e ele deveria exercer as suas atividades de modo devido, no âmbito da convenção de Viena", disse Cavusoglu, ao comentar a declaração da embaixada dos EUA na Turquia, segundo a agência Anadolu.

    O ministro aproveitou para cobrar mais uma vez a extradição de Gulen dos EUA, exigida por Ancara. "Estamos aguardando a prisão de Gulen nos EUA e o fim de suas declarações sobre Turquia a partir do território norte-americano", disse o ministro.

    Tags:
    relações bilaterais, Mevlut Cavusoglu, Fethullah Gulen, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik