11:34 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Ex-secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, defende-se de acusações sobre sua responsabilidade pelos ataques mortais na missão dos EUA na Líbia perante os Republicanos, na abertura de inquérito dos partidários de propaganda anti-Clinton, 23 de outubro de 2015

    Hillary Clinton diz que metade dos defensores de Trump são 'deploráveis'

    © AFP 2019/ SAUL LOEB
    Mundo
    URL curta
    1014

    A candidata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, durante um evento de arrecadação de fundos na última sexta-feira (9), afirmou que metade dos defensores de Trump fazem parte de um 'grupo deplorável de pessoas racistas, homofóbicas, sexistas, xenófobas ou islamofóbicas'.

    “Apenas para generalizar de modo grosseiro, você pode colocar metade dos simpatizantes de Trump no que eu chamo de cesta dos deploráveis”, disse a democrata.

    “O racista, sexista, homofóbico, xenófobo, islamofóbico, como você quiser chamar. E infelizmente há pessoas assim. E ele as despertou”, completou.

    O candidato republicano, Donald Trump, por sua vez, afirmou a declaração ofensiva de Clinton irá lhe custar muitos votos. 

    "Wow, Hillary Clinton foi tão ofensiva com meus simpatizantes, milhões de pessoas incríveis, trabalhadoras. Acredito que vai custar caro nas pesquisas!”, escreveu Trump em seu Twitter.

    A declaração causou furor nas redes sociais e a democrata publicou um comunicado dizendo que foi "grosseiramente generalizante" e disse se arrepender de dizer "metade" dos simpatizantes. 

    Mais:

    Assessor de Trump culpa Hillary Clinton por mísseis norte-coreanos
    Clinton diz que Trump tem 'atração bizarra' por ditadores
    Nova pesquisa mostra Trump ligeiramente a frente de Clinton
    Liderança de Clinton sobre Trump recuou para os níveis de julho
    Tags:
    eleições, apoiadores, Donald Trump, Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar