19:45 19 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Jihadistas de Frente al-Nusra affiliada a Al-Qaeda's entram na cidade de Alepo no norte da Síria

    EUA concordam em separar Frente al-Nusra da oposição moderada na Síria

    © AFP 2019 / AMC / FADI AL-HALABI
    Mundo
    URL curta
    2592

    A Rússia saudou a decisão dos EUA em combater o grupo terrorista Frente al-Nusra na Síria, provando assim que Washington não pretende usá-lo no combate contra o governo de Damasco, declarou na sexta-feira (9) o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov.

    “Estou muito feliz que Joh [Kerry] tenha feito uma declaração importante. Ele disse que os EUA estão determinados em combater a Frente al-Nusra e que aquele, que acreditam que a luta contra a al-Nusra é uma concessão à Rússia, estão profundamente enganados. É uma constatação importante já que muitos suspeitavam que os EUA não estavam muito dispostos a combater a al-Nusra, afim de guardá-la para a ocasião de um possível plano B para derrubar o regime [de Bashar Assad]. Saudamos a declaração feita por Kerry hoje” – disse Lavrov em entrevista coletiva conjunta com o secretário de Estado dos EUA.

    O chanceler russo explicou que o objetivo de separar os terroristas da chamada “oposição moderada” é um dos elementos mais importantes do novo acordo acordo entre estes dois países sobre a Síria.

    Lavrov informou ainda que Moscou e Washington criarão um centro conjunto para identificar quem é quem no conflito sírio, caso o regime de cessar-fogo perdure por mais de sete dias no país árabe.

    “Depois que o regime [de cessar-fogo] funcionar por sete dias, (..) criaremos um centro executivo conjunto em que militares e representantes de serviços especiais da Rússia e dos EUA se ocupem de questões práticas – distinção de terroristas e da oposição moderada e a separação da oposição moderada dos terroristas” – disse Lavrov.

    Em seguida, segundo ele, serão acordadas ataques aéreos contra grupos terroristas pelas aviações da Rússia e dos EUA, em território sírio.

    Tags:
    oposição moderada, Frente al-Nusra, Sergei Lavrov, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar