23:21 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Caças russos Su-25 no céu

    NI: Rússia poderá atingir EUA em seu 'calcanhar de Aquiles'

    © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov
    Mundo
    URL curta
    36487

    O comentarista da The National Interest Dave Majumdar conta sobre o “calcanhar de Aquiles” da Força Aérea dos EUA que pode ser atacado por Rússia ou China.

    Em causa está uma série de componentes críticos usados pela Força Aérea dos EUA para programar seus voos, nomeadamente, os aviões reabastecedores.

    De acordo com o comentarista da NI, a nova geração de mísseis russos e chineses de longo alcance da classe ar-ar, junto com caças avançados, podem "cortar os tendões" aos EUA durante as missões aéreas de longa duração no teatro de guerra europeu ou no Pacífico.

    "Sobretudo no espaço enorme do Pacífico, onde há poucos aeródromos que ficam longe uns dos outros, os aviões-tanque danificados podem se tornar o calcanhar de Aquiles a ser usado por Pequim", escreve Majumdar.

    O comentarista destaca dois tipos de mísseis russos de longo alcance da classe ar-ar – o KS-172, produzido pela empresa científico-industrial Novator, e o R-37M, produzido pela empresa científico-industrial Vympel.

    Segundo Majumdar, o R-37M é uma arma ameaçadora, mas a Rússia parece estar construindo um foguete mais eficaz – o KS-172 com alcance de mais de 250 milhas marítimas (o R-37M tem um alcance de 200). Ele também assinalou que o míssil chinês PL-15 da classe ar-ar, que agora está sendo desenvolvido na China, também representa uma ameaça para a Força Aérea dos EUA.

    Mais:

    Adivinhe quem tem novas superarmas além dos EUA, da Rússia e da China?
    Rússia e China podem responder ao sistema de mísseis dos EUA na Coreia do Sul
    Enquanto os EUA querem fatia do bolo iraniano, Rússia e China recebem apoio
    Tags:
    avião-tanque, foguetes, Força Aérea dos EUA, Pacífico, Europa, China, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik