05:14 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Barack Obama e o presidente chinês Xi Jinping

    EUA e China formalizam acordo climático de Paris

    © AFP 2019 / MANDEL NGAN / AFP
    Mundo
    URL curta
    110
    Nos siga no

    Os Estados Unidos e a China entregaram ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, os instrumentos legais para a ratificação do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, informou Agência Brasil.

    Os presidentes norte-americano, Barack Obama, e chinês, Xi Jinping, se encontraram neste sábado (3) na China, onde participarão da reunião do G20, para formalizar a ratificação do acordo.

    Juntos, os dois países são responsáveis por cerca de 40% das emissões globais de gases de efeito estufa.

    "Assim como eu acho que o Acordo de Paris acabará por revelar-se um ponto de inversão para o nosso planeta, eu acredito também que a história vai julgar os esforços de hoje como fundamentais", disse Ban Ki-moon, ponderando que o acordo não vai salvar sozinho a crise climática do mundo.

    O secretário-geral da ONU elogiou a postura dos dois líderes e disse que o fato de hoje representa um "poderoso impulso" para as demais adesões. Agora, 26 países já ratificaram o acordo, e restam outras 29 nações para que ele seja, de fato, ratificado.

    Concluído em dezembro de 2015 e assinado por 195 países, o Acordo de Paris limita o aumento da temperatura média global abaixo de 2ºC em relação aos níveis pré-industriais. No Brasil, ele foi aprovado pelo Senado no mês passado e deve ser entregue pelo governo no próximo dia 20, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

    Mais:

    Governo russo aprova assinatura do acordo sobre clima de Paris
    Acordo de Paris pode descartar meta de redução de emissões
    Tags:
    clima, Acordo de Paris, G20, ONU, Ban Ki-moon, Xi Jinping, Barack Obama, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar