03:19 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Departamento de Estado dos EUA.

    EUA oferecem 3 milhões de dólares por captura de jihadista tajique

    © Sputnik/
    Mundo
    URL curta
    0 33301

    Washington anunciou nesta terça-feira (30) uma recompensa de US$ 3 milhões por qualquer informação que leve à captura de um ex-oficial do Tajiquistão treinado pelos EUA que desertou e se juntou às fileiras do Daesh (autodenominado Estado Islâmico).

    Gulmurod Khalimov, 41 anos, é um ex-coronel das unidades da polícia especial do Ministério do Interior do Tajiquistão. Como atirador de elite, ele participou entre 2003 e 2014 de cinco campos de treinamento nos EUA e no Tajiquistão, financiados pelo programa de contraterrorismo do Departamento de Estado norte-americano, segundo autoridades de Washington.

    No entanto, ele prometeu lealdade ao Daesh no ano passado e apareceu em maio de 2015 em uma transmissão de vídeo na internet, empunhando um rifle sniper e prometendo levar a "jihad" à Rússia, ao Tajiquistão e aos Estados Unidos.

    A proveniência do vídeo não está formalmente estabelecida, mas acredita-se que ele pode ter sido gravado no leste da Síria.

    Washington classificou Khalimov como "terrorista internacional" em setembro de 2015. O Departamento de Estado descreveu o jihadista como um "líder-chave" do Daesh e como um recrutador de militantes para a organização extremista.

    Mais:

    Teerã nega ter dado refúgio a destacados membros de Al-Qaeda
    Vídeo: Campo secreto de tropas de elite do Daesh
    Tags:
    captura, recompensa, Daesh, Estado Islâmico, Goulmourod Khalimov, Tajiquistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik