01:22 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Militantes do Daesh com a bandeira da organização em Faluja, Iraque

    Militantes do Daesh celebram renúncia de ministro da Defesa do Iraque

    © AFP 2017/
    Mundo
    URL curta
    0 61906

    Moradores da cidade de Mossul testemunharam reações de combatentes do grupo terrorista Daesh comemorando a notícia sobre a renúncia do ministro da Defesa do Iraque, enquanto assistiam o noticiário em um café.

    "Assim que o parlamento anunciou na televisão a renúncia do ministro Al-Obeidi, os rebeldes começaram a gritar 'Allahu Akbar' e felicitar uns aos outros pela notícia", disseram testemunhas oculares.

    Khaled al-Obeidi é considerado uma das principais figuras na luta contra o Daesh, visto que sob a sua liderança que as forças iraquianas asseguraram a vitória em Ramadi, Fallujah, Al-Kiyara, Rutbah e outros locais onde o exército iraquiano derrotou militantes do Daesh.

    O fato é que, após um início de operação em Ninine, cuja finalidade era de libertar Mossul, o ministro da Defesa iraquiano foi afastado e isso levantou muitas questões para os cidadãos do país. 

    Em entrevista à agência Sputnik, o membro do Comitê de Segurança e Defesa do Iraque, Adnan Al-Shamkhani, afirmou que a renúncia do ministro da Defesa não vai afetar o sucesso das operações em Mosul, pois existe há um centro de coordenação operacional militar que dirige as operações. Segundo ele, "o ministro da Defesa pode ser um membro da câmara de compensação como pode não ser. Assim, o sucesso da operação depende destes centros".

    Já o chefe do grupo de centros de pesquisa política de Bagdá, Al-Hashimi Uasik, falou à Sputnik que 'o cargo de ministro da Defesa não é só formal'. "Ele pode não ter grande autoridade para gerir a operação em Mossul, mas certamente é o líder informal das Forças Armadas para muitas unidades no Iraque, e ele teve uma grande influência sobre a moral das estruturas de segurança", observou.

    Segundo o especialista, "a renúncia do ministro da Defesa do país só vai complicar uma crise política já confusa".

    Mais:

    Jovem diz que foi sedado pelo Daesh antes de tentar ataque no Iraque
    Daesh faz retirada de computadores e documentos de Mossul, no Iraque
    Iraque: comandantes do Daesh fogem de Mossul para a Síria
    Líderes do Daesh fogem em massa de Mossul, segundo ministro da Defesa do Iraque
    Exército do Iraque prepara grande ofensiva contra Daesh em Mossul
    Daesh reivindica ataque que matou 12 pessoas em posto de controle no Iraque
    Tags:
    renúncia, defesa, Daesh, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik