11:20 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    54114
    Nos siga no

    Se os bielorrussos desfilarem na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos com bandeiras russas, isso será considerado como um protesto político. Esta é a declaração do Comitê Paralímpico Internacional (CPI) após a manifestação de solidariedade da Bielorrússia com a exclusão da equipe russa dos Jogos.

    O serviço de imprensa do comitê informou que ninguém vai carregar a bandeira russa durante a abertura das Paralimpíadas-2016, visto que a Rússia teve o direito de participar dos Jogos negado. 

    "Se os atletas bielorrussos carregarem a bandeira russa na cerimônia de abertura, isto será considerado um protesto político, e em relação ao comitê paralímpico nacional e/ou atletas serão tomadas medidas", afirmou o CPI.

    A decisão sobre a exclusão dos russos dos Jogos Paralímpicos foi tomada com base no relatório de McLaren sobre o "programa de doping". O lado russo, por sua vez, argumenta que os autores do relatório se recusaram a demonstrar a sua teoria com provas concretas.

    Os Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro acontecem entre 7 e 18 setembro.   

    Mais:

    Bielorrússia vai desfilar com bandeiras russas na abertura de Paralímpicos
    Esportistas russos não participarão dos Jogos Paralímpicos-2016 no Rio
    Comitê lamenta exclusão da delegação russa nos Jogos Paralímpicos, mas acata decisão
    Tags:
    doping, Paralimpíadas, Jogos Paralímpicos, Comitê Paralímpico Internacional, Bielorrússia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar