05:08 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    As sequências de ataque aéreo saudita no Iêmen

    Hospital dos Médicos sem Fronteiras é bombardeado no Iêmen por coalizão saudita

    © AP Photo / Hani Mohammed
    Mundo
    URL curta
    502

    Pelo menos sete pessoas morreram e 13 ficaram feridas após um ataque aéreo a um hospital no norte do Iêmen, realizado pelas forças da coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, informou a agência Reuters.

    Escombros de casas destruídas em ataques aéreos liderados pela Arábia Saudita no Iêmen
    © AP Photo / Hani Mohammed
    As testemunhas do incidente, na província de Hajjah, informam que os médicos não conseguem evacuar os feridos, pois as aeronaves militares seguem realizando ataques na localidade.

    Segundo a agência, o hospital atacado pertencia à organização internacional Médicos sem Fronteiras. Os representantes da ONG confirmaram o ataque, mas não revelaram o número de mortos e feridos.

    Um conflito armado está em curso no Iêmen desde 2014, entre os rebeldes houthis, do movimento xiita Ansar Allah, que contam com suporte de militares partidários do ex-presidente Ali Abdullah Saleh por um lado, e os militares e milicias leais ao atual presidente, Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi. Desde março do ano passado, a coalizão de países árabes, liderada pela Arábia Saudita, começou a oferecer apoio militar ao atual governo do país.

    Mais:

    Príncipe saudita pede encontro com Ban Ki-moon sobre Iêmen e lista negra
    ONU coloca coalizão saudita no Iêmen em lista de assassinos de crianças
    UNICEF: diariamente seis crianças morrem no Iêmen
    São os EUA culpados por crimes de guerra no Iêmen?
    Blackwater tem 400 mercenários na coalizão saudita, diz porta-voz do exército do Iêmen
    Coalizão saudita bombardeou hospital dos Médicos Sem Fronteiras no Iêmen
    Tags:
    ataque aéreo, Médicos Sem fronteiras, Ansar Allah, Houthis, Abd Rabbuh Mansur Hadi, Ali Abdullah Saleh, Hajja, Arábia Saudita, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik