17:28 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1320
    Nos siga no

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, disse nesta quarta-feira, 10, que as acusações russas sobre uma possível incursão de militares ucranianos na Crimeia são apenas um pretexto cínico para mais ameaças à segurança do seu país.

    Segundo Poroshenko, Moscou não conseguirá levantar as sanções internacionais impostas à Rússia tentando desacreditar a Ucrânia, e ele espera que o Kremlin ajude a garantir o cumprimento das obrigações estipuladas nos acordos de Minsk.

    Mais cedo, a Rússia acusou a Ucrânia de utilizar táticas terroristas para provocar um conflito e desestabilizar a península reintegrada há mais de dois anos à Federação Russa. 

    "As acusações russas contra a Ucrânia, de terrorismo, na Crimeia ocupada, soam absurdas e cínicas, assim como as declarações da liderança russa sobre a ausência de tropas russas em Donbass", afirmou o presidente ucraniano. 

    Mais:

    'Ocidente mudará de postura em relação à Crimeia em 2-3 anos', diz diplomata
    Deputado francês aconselha comunidade internacional a reconhecer Crimeia
    Crimeia declara fim do bloqueio internacional da península
    Tags:
    Rússia, Ucrânia, Crimeia, Minsk, Moscou, Donbass, Pyotr Poroshenko, Kremlin, terrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar