11:47 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Ilhas Spratly no mar da China Meridional

    China é suspeita de reforçar sua presença militar nas ilhas disputadas

    © AFP 2018 / POOL / RITCHIE B. TONGO
    Mundo
    URL curta
    2201

    As fotos coletadas e estudadas pelo Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais mostram que a China construiu recentemente hangares reforçados para aeronaves nos territórios que fazem parte das ilhas disputadas, escreve o diário norte-americano The New York Times.

    "Eles [os hangares] são muito mais robustos do que seria necessário para quaisquer fins civis. Eles são reforçados para enfrentar ataques", diz Gregory Poling, diretor do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, citado pelo jornal.

    Tais hangares podem acomodar qualquer caça e até mesmo alguns tipos de bombardeiros.

    A China e vários países vizinhos, incluindo o Japão, o Vietnã e as Filipinas, têm divergências sobre as fronteiras marítimas e áreas de responsabilidade no mar do Sul da China e no mar da China Oriental.

    Vale lembrar que em 12 de julho, a Corte Permanente de Arbitragem de Haia determinou que a China não possui base legal para reclamar seus direitos históricos sobre o mar do Sul da China nos limites da "linha das nove raias", incluindo os territórios disputados de arquipélago Spratly. Em resposta, a China anunciou que não reconhece e nem aceita a decisão.

    Mais:

    'Sudeste asiático pode ser palco de um grande conflito envolvendo os EUA e China'
    Japão protesta contra radar chinês em território disputado
    Primeira visita de navio dos EUA ao porto chinês após decisão sobre mar do Sul da China
    Japão protesta contra navios chineses perto das suas águas territoriais
    Tags:
    disputa territorial, fronteiras, Tribunal Permanente de Arbitragem de Haia, Spratly, Mar do Sul da China, China, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik