05:36 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    839
    Nos siga no

    Edward Snowden está vivo e bem apesar dos recentes rumores de sua morte desencadeados por uma mensagem misteriosa no Twitter, afirmou nesta segunda-feira (8) o advogado do ex-agente dos serviços secretos dos EUA asilado na Rússia, Anatoly Kucherena.

    As redes sociais começaram a questionar na sexta-feira (5) um enigmático tweet com um código de 64 caracteres postado no perfil de Snowden. Muitos especularam que a estranha mensagem poderia ter sido publicada automaticamente como um sinal programado para alertar sobre a morte ou o desaparecimento do ex-agente após um certo período de tempo sem que ele fizesse login na rede.

    ​No domingo (7), o jornalista Gleen Greenwald, colaborador próximo de Snowden, disse em seu Twitter que o denunciante "está bem":

    ​ A mensagem original de Snowden parece ter sido excluída de sua conta no Twitter.

    ​"Mais uma vez, estamos vendo algumas especulações sobre Edward Snowden. Claro, provavelmente há pessoas interessadas em especular sobre este assunto que têm feito isso durante os últimos anos. Posso dizer com autoridade que ele está vivo e bem, ele está vivendo na Rússia e está ocupado com seu trabalho favorito, e o aparecimento de certos códigos em seu Twitter não significa que ele esteja em perigo de algum tipo. Este é um atributo do seu trabalho e não há nada de ruim sobre isso", disse Kucherena.

    Em 2013, Snowden começou a revelar documentos secretos referentes às práticas de vigilância em massa realizadas por autoridades norte-americanas ao redor do planeta. No mesmo ano, a Rússia concedeu o asilo temporário ao denunciante por um ano. Em agosto de 2014, Snowden recebeu uma autorização de residência de três anos para viver no país.

    Nos Estados Unidos, Snowden pode pegar até 30 anos de prisão sob a acusação de espionagem e roubo de propriedade do governo.

    Kucherena tem representado Snowden desde 2013, e continua a fazê-lo sem cobrar honorários.

    Tags:
    tweet, desaparecimento, morte, código, CIA, Agência Nacional de Segurança (NSA), Twitter, Glenn Greenwald, Edward Snowden, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar