19:52 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    José Serra, chanceler do governo provisório Temer

    Serra e Kerry dizem que relação entre Brasil e EUA vive nova fase

    © AFP 2017/ EVARISTO SA
    Mundo
    URL curta
    661006226

    O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, José Serra, no Palácio Itamaraty, no centro do Rio, nesta sexta-feira (5). Eles abordaram temas como corrupção, comércio, meio ambiente, zika e Venezuela.

    “Queremos incrementar nosso mercado bilateral nas áreas de serviços e produtos e há muitas formas de fazer isso”, disse Kerry, citado pela Agência Brasil ao comentar que Brasil e Estados Unidos são parceiros naturais e que o objetivo do encontro bilateral foi aprofundar esta relação.

    “Foi uma oportunidade muito importante, pois temos muito a conversar e a fazer juntos”, disse o chefe da diplomacia norte-americana.

    John Kerry citou ações conjuntas na área ambiental, como a preservação dos oceanos e disse esperar que o Brasil ratifique em breve o Acordo de Paris, sobre mudanças do clima, firmado por 190 países no fim do ano passado. No caso do governo brasileiro, a ratificação depende do aval do Senado. 

    Serra, por sua vez, destacou que o encontro de hoje representa o primeiro passo de uma nova fase nas relações entre Brasil e Estados Unidos, que deve facilitar a ampliação do comércio bilateral.

    “Foi uma conversa excelente, franca e produtiva. O entrelaçamento econômico é impressionante. O volume de comércio entre Brasil e Estados Unidos é de R$50 bilhões e a qualidade desse comércio é boa para ambos os países. Setenta e cinco por cento das nossas exportações para os Estados Unidos são de produtos manufaturados. Isso envolve mais valor agregado, portanto, mais emprego”, disse o chanceler brasileiro.

    De acordo com Serra, os EUA são os principais investidores externos do Brasil, com US$ 116 bilhões. “Já os investimentos brasileiros nos Estados Unidos saltaram de US$7,3 bilhões em 2009 para US$ 22,4 bilhões em 2014”, observou.


    Mais:

    Pentágono: após 2035 Rússia, China e Brasil superarão EUA e seus aliados
    EUA trocam embaixador no Brasil após afastamento da presidente Dilma
    EUA culpados da crise política no Brasil, será?
    Notícia de colaboração de Temer com Segurança Nacional dos EUA repercute no Brasil
    Partido Comunista da Rússia: EUA fazem revolução colorida no Brasil
    Tags:
    política, relações, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik