08:32 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Um carro funerário deixa a área depois de uma explosão em Ansbach, perto de Nuremberg, Alemanha, 25 de julho de 2016

    Atentados na Europa podem ter ligações com Arábia Saudita

    © REUTERS/ Michaela Rehle
    Mundo
    URL curta
    Semana de ataques na Alemanha (29)
    0 83331

    Os terroristas que no mês passado realizaram ataques nas cidades alemãs de Ansbach e Wurtzburgo planejaram seus ataques com ajuda de membros sauditas do Daesh (grupo terrorista,proibido na Rússia), informou a revista alemã Der Spiegel.

    Em 18 de julho, o refugiado de 17 anos de idade Riaz Khan Ahmadzai, que disse ser do Afeganistão, atacou pessoas em um trem de passageiros em Wurzburgo, Baviera, usando uma faca e um machado. Ele feriu gravemente cinco pessoas gritando "allahu akbar". A investigação policial descobriu que Ahmadzai, morto pela polícia, era militante do Daesh.

    Segundo a Der Spiegel, a polícia alemã encontrou mensagens eletrônicas trocadas com um dos membros sauditas do grupo terrorista. As mensagens revelaram que o método de ataque devia ser o esmagamento de uma multidão de pessoas dirigindo um carro.

    Estas práticas foram aplicadas por Mohamed Lahouaiej Bouhlel, outro terrorista, em Nice na França em 14 de julho. Ele matou 84 pessoas, feriu várias centenas e depois foi eliminado pela polícia francesa.

    Entretanto, Ahmadzai disse que não podia realizar o atentado dessa forma porque não tinha permissão para dirigir. Ao invés disso, ele anunciou seu plano de atacar pessoas em um trem.

    O Daesh reclamou o atentado como sendo de sua autoria e divulgou um vídeo que alegadamente mostra um adolescente que jura organizar um ataque suicida na Alemanha. O vídeo publicado provocou dúvidas se Ahmadzai era um refugiado do Afeganistão, porque no vídeo ele usava palavras da variante paquistanesa do pashtun.

    Em 24 de julho, o refugiado sírio de 27 anos de idade Mohammed Daleel realizou um ataque suicida com bomba em frente a um restaurante de Ansbach. Do ataque resultou na morte de Daleel e outras 12 pessoas.

    O Daesh também declarou que foi responsável por esse ataque e divulgou mais um vídeo em que o refugiado sírio jura sua lealdade ao grupo terrorista.

    As autoridades alemãs disseram à revista que, segundo as informações que têm, a morte de Daleel não estava prevista. Ele queria abandonar um pacote com a bomba perto do restaurante.

    Pouco antes do ataque, seu contanto do Daesh pediu em chat para filmar a explosão e enviar para o grupo, afirmaram as autoridades alemãs. Parece que a bomba explodiu antes de tempo, informou a Der Spiegel.

    As mensagens de Daleel também revelaram que ele planejava organizar mais atentados e filmar um vídeo em que confessa ser o autor do ocorrido.

    Tema:
    Semana de ataques na Alemanha (29)

    Mais:

    Atentados terroristas na Europa
    15 pessoas morreram em tiroteio no centro comercial de Munique
    Atirador de Munique tinha dupla cidadania: alemã e iraniana
    'Daesh nem conhece o autor de atentado antes do ataque ser realizado'
    Procuradoria de Paris: identidade de todas as vítimas do atentado em Nice foi estabelecida
    Tags:
    ataque terrorista, ameaça terrorista, segurança nacional, Daesh, Arábia Saudita, Nice, Europa, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik