08:02 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Materiais radioativos

    Comprar componentes e montar bomba suja nos EUA é demasiado fácil

    © Foto: Pixabay
    Mundo
    URL curta
    454232

    De acordo com a legislação existente nos Estados Unidos, qualquer um pode comprar tudo o necessário para montar uma bomba suja, quer dizer, radioativa.

    Uma operação secreta no quadro de uma investigação feita pelo Congresso revelou recentemente que a legislação federal existente permite comprar materiais radioativos com uma facilidade surpreendente. 

    Quer dizer, qualquer pessoa nos Estados Unidos pode comprar elementos necessários para criar a assim chamada bomba suja que, após explodir, contamina a área de explosão.

    O Escritório de Contas do Governo dos EUA (GAO, na sigla em inglês) realizou em 2006 uma operação de verificação, durante a qual adquiriu materiais de baixo nível de radioatividade que devem (teoricamente) passar por controle e obter uma licença da Comissão de Regulamentação Nuclear (NRC).

    Na altura, o GAO começou negócios fictícios, adquiriu a licença necessária e depois a alterou e duplicou para comprar materiais adicionais radioativos não incluídos na licença inicial. Após os resultados da investigação terem sido tornados públicos, a NRC prometeu "agir imediatamente para abordar a falha identificada". 

    Mais tarde, em 2014, uma operação semelhante foi realizada por cerca de dez investigadores nos estados americanos do Texas, Dakota do Norte e Michigan para ver o que NRC fez para resolver o problema do insuficiente controle de materiais radioativos. Eles criaram uma empresa energética falsa na cidade de Dallas (Texas), primeiramente alugando um escritório na área industrial da cidade para usar o endereço em documentos enviados através dos correios.

    Depois eles criaram um currículo falso para um oficial de segurança desta empresa, que deveria agir como intermediário no processo de compra dos materiais radioativos e assinar todos os documentos necessários.

    Um ano mais tarde, um inspetor federal visitou o escritório e os pesquisadores conseguiram lhe persuadir a emitir uma licença, prometendo melhorar a segurança do escritório em data posterior não especificada.

    Após adquirir a licença, os investigadores compraram um pequeno número de componentes nucleares.

    De acordo com David Trimble, o chefe de Recursos Naturais e Ambiente no GAO, o time de investigadores foi capaz de alterar e duplicar a licença de modo a adquirir suficientes materiais nucleares para construir uma bomba suja eficaz.

    Assim, em 2014 tornou-se claro que o governo dos EUA é incapaz de monitorar a circulação de materiais radioativos, criando uma ameaça real de terrorismo nuclear.

    De acordo com o relatório de GAO de 2006, a explosão de uma bomba suja poderá resultar no caos, matando dezenas de milhares de pessoas e tornando os centros urbanos em áreas inabitáveis.

    Mais:

    Espanha pede ajuda para encontrar equipamento radioativo roubado
    Europa em alerta: Finlândia encontra fonte de césio radioativo no ar
    Tags:
    bomba, investigação, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik