17:06 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Miltantes do Boko Haram

    Daesh nomeia novo líder do grupo nigeriano Boko Haram

    © AP Photo / AP Photo/Boko Haram,File
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O Daesh (autodenominado Estado Islâmico) nomeou um novo líder para o Boko Haram, grupo militante nigeriano que no ano passado jurou fidelidade aos jihadistas do Oriente Médio.

    Abu Musab al-Barnawi foi nomeado “governador do Estado Islâmico para a África Ocidental”, segundo informa a revista semanal do Daesh, al-Naba, em uma entrevista de duas páginas que começou a circular ontem (2) à noite. Ele é considerado uma figura-chave do grupo nigeriano, tendo atuado previamente como comandante militar dos terroristas.

    ​O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, um ex-comandante militar que assumiu o cargo no ano passado, fez da tarefa de eliminar o Boko Haram uma prioridade em seu governo. Há sete anos, o grupo extremista vem tentando instaurar a rigorosa lei da sharia islâmica no nordeste do país.

    O Boko Haram controlava uma faixa de terra na Nigéria quase do tamanho da Bélgica no final de 2014, mas foi forçado a recuar progressivamente por tropas nigerianas auxiliadas por soldados de países vizinhos no início do ano passado.

    Na entrevista, al-Barnawi disse que o Boko Haram era "ainda uma força a ser reconhecida" e que o grupo vinha recebendo novos recrutas.

    A publicação do Daesh não mencionou Abubakar Shekau, que vinha liderando e representando o grupo nigeriano em vídeos durante a insurgência que já matou cerca de 15.000 pessoas e deslocou mais de dois milhões. Ele foi visto pela última vez em um vídeo divulgado em março, no qual parecia sugerir que estava doente e que o Boko Haram estava perdendo a sua eficácia. Na semana seguinte, um novo vídeo surgiu afirmando que não haveria rendição.

    Em junho, um general sênior dos EUA disse que o Boko Haram havia rachado internamente, e que uma grande parte dos jihadistas se afastara de Shekau devido à suposta incapacidade do líder de aderir às orientações do Estado Islâmico.

    Mais:

    Cerca de 250 mil crianças passam fome em região afetada pelo Boko Haram na Nigéria
    Super Tucanos brasileiros contra Boko Haram
    Boko Haram raptou cerca 500 mulheres e crianças em 2014, mas o caso foi silenciado
    Daesh se expande para 18 países, apesar dos ataques aéreos
    Tags:
    novo líder, Boko Haram, Estado Islâmico, Daesh, Abubakar Shekau, Abu Musab al-Barnawi, Muhammadu Buhari, Oriente Médio, África, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar