08:27 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0161
    Nos siga no

    O ministro do Exterior húngaro Peter Szijjarto comentou as informações frequentemente divulgadas sobre uma alegada ameaça russa à Aliança Atlântica.

    O alto diplomata sublinhou, de acordo com a agência Reuters, que respeita as diferentes opiniões dos seus colegas representantes de outros países da OTAN, nomeadamente os países bálticos e a Polônia, mas que não acredita que a Rússia represente uma ameaça.

    "Não acho que o cenário de a Rússia atacar qualquer um país-membro da OTAN seja realista. Nós mesmos não temos esta ideia. A Rússia não representa ameaça para a nossa existência", disse.

    Claramente, nem todos partilham desta opinião – durante a recente cúpula da OTAN realizada em 8-9 de julho na Varsóvia foi tomada a decisão de instalar forças militares adicionais nos países bálticos e a Polônia para estes se protegerem da alegada ameaça russa.

    O presidente da Comissão dos Assuntos Externos do Parlamento russo, Aleksei Pushkov, já comentou por via da sua página de Twitter a declaração de Szijjarto. Ele acha que a OTAN precisa do "circo político" da retórica antirrussa.

    As autoridades russas já têm várias vezes sublinhado que Moscou não busca aumentar as tensões com o Ocidente, mas caso seja necessário, está pronta para se proteger.

    Tags:
    Hungria, OTAN, ameaça russa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar