21:34 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A Ministra de Defesa alemã, Ursula von der Leyen, com soldados da infantaria depois dos exercícios militares na parte sul da Alemanha, em 23 de março, 2016

    Retirada total? Centenas de militares querem sair do exército alemão

    © AFP 2017/ CHRISTOF STACHE
    Mundo
    URL curta
    122018161

    Mais de 400 soldados alemães apresentaram pedidos de demissão das forças armadas do país, relata jornal Rheinische Post.

    A maioria dos pedidos terá sido aprovada. Porém, para sair do exército eles têm que pagar ao Estado suas despesas de formação.

    A partir de meados de 2014, 469 soldados, incluindo 62 mulheres, tinham apresentado candidaturas para suspender seu serviço militar.

    De acordo com o jornal, 67 % dos pedidos foram aceitos, 25% foram reprovados. Os restantes foram considerados ilegais ou retirados pelos próprios requerentes.

    "O risco da profissão de soldado de matar ou ser morto em situações de combate específicas é percebido como uma experiência fundamental pela primeira vez… só em seguida isto leva a tais consequências," diz Katrin Kunert, política alemã citada pela edição Deutsche Welle.

    Anteriormente, o Reihnische Post também informou que o número de soldados alemães que sofrem de stress pós-traumático estava em crescimento. Em 2015, o índice aumentou 15% em relação ao ano anterior, de 204 para 235 pacientes.

    As demissões são prejudiciais especialmente no caso de oficiais ou candidatos a oficiais. No total, 153 demissões foram apresentadas por oficiais alemães, que agora terão de reembolsar o custo dos seus estudos, totalizando 5,6 milhões de euros. Em geral, cada militar terá que pagar ao governo alemão entre 1.200 e 69.000 de euros.

    Atualmente, o exército alemão consiste de 167.000 efetivos, o que é menos do que a meta inicial de 170.000. Como foi relatado anteriormente, a chefe do Ministério da Defesa alemão, Ursula von der Leyen está planejando expandir as forças armadas alemãs em mais 7.000 efetivos até 2017.

    Mais:

    Opinião: Alemanha enfrenta dupla ameaça terrorista
    Armas roubadas de base militar dos EUA na Alemanha
    Erdogan assume controle do Exército da Turquia
    Exército russo receberá 19 mísseis balísticos intercontinentais em 2016
    Tags:
    soldados, retirada, demissão, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik