03:57 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Vice-chefe das tropas de autodefesa da RPD, Eduard Basurin, inspeciona edifício bombardeado em Donetsk

    Donetsk informa número de mortos em julho por bombardeios de Kiev

    © REUTERS/ Igor Tkachenko
    Mundo
    URL curta
    0 38102

    Doze pessoas foram mortas e outras 46 ficaram feridas durante os bombardeios executados pelas forças de Kiev na autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) em julho, segundo relatou o vice-ministro da Defesa da RPD, Eduard Basurin, nesta terça-feira (2).

    "Em julho, 11 soldados da DPR foram mortos e 21 ficaram feridos. Entre a população civil, uma pessoa foi morta e 25 ficaram feridas", resumiu Basurin em entrevista coletiva.

    A Ucrânia lançou uma operação militar no sudeste do país em abril de 2014, depois que os habitantes da região se recusaram a reconhecer o novo governo central visto por eles como ilegítimo, dado que fora empossado após um golpe de Estado apoiado por forças ocidentais. 

    Apesar dos acordos de paz de Minsk assinados em fevereiro do ano passado, os lados continuam a culpar um ao outro por violações do cessar-fogo.

    O confronto já provocou a morte de mais de 9.400 pessoas, de acordo com estimativas da ONU.

    Mais:

    Trump: Cidadãos da Crimeia querem estar com Rússia, e não com Ucrânia
    Donetsk acusa Kiev de lançar 2.700 projéteis em uma semana
    Donetsk: investigação objetiva sobre MH17 vai provar culpa de Kiev
    Na fronteira de Donbass é detido um padre com granadas e RPG
    Kiev: eleições em Donbass podem acontecer até o final do ano
    Tags:
    golpe de Estado, operação militar, soldados, civis, julho, mortos, conflito ucraniano, cessar-fogo, Acordos de Minsk, ONU, Eduard Basurin, RPD, Donetsk, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik