07:41 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Tribunal Arbitral do Esporte em Lausanne, Suíça

    Nadador russo apela ao Tribunal Arbitral do Esporte contra exclusão na Rio 2016

    © REUTERS / Pierre Albouy
    Mundo
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Medalhista de bronze dos Jogos Olímpicos de Londres, o nadador russo Vladimir Morozov tornou-se neste sábado (30) o primeiro atleta a apelar para o tribunal esportivo internacional contra a proibição de competir nos Jogos do Rio decretada pelo Comitê Olímpico Internacional.

    Morozov, membro da equipe de revezamento 4x100m livre que ficou em terceiro lugar em 2012, é um dos sete nadadores russos proibidos pela Federação Internacional de Natação (FINA) na sequência da directiva do Comitê Olímpico Internacional (COI).

    Segundo relata a AFP, ele apresentou seu recurso ao Tribunal Arbitral do Esporte neste sábado.

    Depois que a Agência Mundial Anti-Doping (WADA) apoiou uma investigação revelou um programa estatal de doping na Rússia, o COI decidiu em 24 de julho que as federações de cada modalidade dariam a última palavra sobre quais atletas russos poderiam competir no Rio.

    Desde então, pelo menos 117 russos foram excluídos da Rio 2016.

    Mais:

    Federações autorizam 272 atletas russos a participar das Olimpíadas
    Sete nadadores russos são excluídos dos Jogos do Rio 2016
    COI estabelece parâmetros mais rígidos aos atletas russos, do que aos de outros países
    Tags:
    recurso, doping, federação, equipe russa, nadador, natação, Jogos Olímpicos, Olimpíadas, Rio 2016, Agência Mundial Antidoping, WADA, COI, Comitê Olímpico Internacional, Tribunal Arbitral do Esporte, Vladimir Morozov, Suíça, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar