07:47 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Crimeia

    Culpem os russos: Economia da Crimeia cresce cerca de 18% em um ano

    © Sputnik / Sergey Malgavko
    Mundo
    URL curta
    9230
    Nos siga no

    A economia da Crimeia cresceu entre 17 e 18 por cento desde o verão passado (inverno passado, no hemisfério sul), em meio a um aumento constante no número de turistas e a uma cobrança mais vigorosa de impostos no território, segundo afirmou o chefe do Conselho Supremo da região russa nesta sexta-feira (29).

    Vladimir Konstantinov, que preside o órgão legislativo da Crimeia, deu a informação à delegação de parlamentares franceses que desembarcou hoje na península.

    "Desde a sua última viagem, o produto regional bruto cresceu cerca de 17-18 por cento. Também observamos um crescimento constante na arrecadação de impostos. O número de turistas que visitam a Crimeia também mostra um crescimento constante", disse Konstantinov em entrevista coletiva.

    A península subiu na lista dos destinos favoritos dos turistas russos após ter sido reintegrada ao território do país no início de 2014. Em março daquele ano, quase 97% da população local decidiu se separar da Ucrânia em um referendo convocado após o golpe de Estado em Kiev, que levou ao poder grupos simpatizantes de ultranacionalistas de direita com fortes discursos antirrussos. 

    A Ucrânia ainda considera a Crimeia como sendo seu território, temporariamente ocupado for forças externas. Já Moscou afirma, de modo reiterado, que a população da Crimeia, de forma democrática, e de acordo com o direito internacional e com as determinações da ONU, escolheu se reunir à Rússia, que, por sua vez, respeita e aceita essa escolha.

    Mais:

    Crimeia responde à troca de nomes das cidades no Google Maps
    EUA protestam contra expansão das forças russas na Crimeia
    Trump: EUA poderão reconhecer Crimeia como parte da Rússia
    Ir à Crimeia em 10 minutos
    Kiev ameaça 'reagir de modo adequado' a viagens não autorizadas de estrangeiros à Crimeia
    Tags:
    produto regional bruto, impostos, região autônoma, território, referendo, reintegração, crescimento, turismo, economia, parlamentares, Vladimir Konstantinov, França, Ucrânia, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar