12:01 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    267
    Nos siga no

    O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarou estar ‘profundamente preocupado’ com a realização da operação humanitária do Ministério da Defesa russo na cidade síria de Aleppo.

    O chefe da diplomacia dos EUA afirmou ter se comunicado duas vezes nos últimos dias com os colegas russos. 

    “Se a operação humanitária russa for uma ‘fraude’, isso pode destruir completamente as relações russo-americanas sobre a Síria”, disse o secretário de Estado. 

    O porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov, por sua vez, afirmou que as operações humanitárias foram amplamente discutidas tanto com os parceiros sírios, quanto os americanos. 

    Na última quinta-feira, o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, anunciou que a Rússia, junto com o governo da Síria, está iniciando uma ampla operação humanitária em Aleppo. Para permitir a retirada de civis e de combatentes desarmados da cidade, serão criados três corredores. Além disso, está sendo organizado um corredor para a retirada de combatentes que não quiseram depor as armas. 

    A informação sobre o início da operação humanitária em Aleppo foi encaminhada para todos os adidos militares estrangeiros na Rússia, informou o ministério da Defesa da Rússia. 

    Mais:

    Rússia não permitirá envio de armas a zonas ocupadas por rebeldes de Aleppo
    Libertação de Aleppo pode mudar cenário da guerra na Síria
    Tropas sírias retomam controle sobre campo de refugiados perto de Aleppo
    Kremlin: Rússia discutiu operação humanitária em Aleppo com a Síria e com os EUA
    Residentes de Aleppo celebram derrota de jihadistas no bairro de Bani Zeid
    Rússia e Síria lançam operação humanitária de grande escala em Aleppo
    Tags:
    ajuda humanitária, operação, Sergei Shoigu, John Kerry, Síria, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar