11:37 24 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Jogadores de Pokémon Go em Moscou

    Atarefado empresário russo procura assistente pessoal para caçar pokémons em Moscou

    © Sputnik / Valeriy Melnikov
    Mundo
    URL curta
    A loucura do Pokémon GO (21)
    0 22

    Atenção, caçadores desempregados de pokémons: uma empresa russa está contratando um assistente pessoal exclusivamente para ajudar o chefe da companhia a encontrar as evasivas criaturas digitais pelas ruas de Moscou. Sério.

    A empresa, chamada "Ruki Iz Plech", trabalha com serviços de conserto para equipamentos eletrônicos. Recentemente, ela publicou um anúncio em busca de um hábil jogador de Pokémon Go que seja capaz de usar o smartphone de seu diretor-executivo para caçar pokemóns raros na cidade, capturar bases e (mais importante), assegurar que o celular do CEO nunca fique sem bateria. 

    A Sputnik conseguiu entrar em contato com um representante da empresa que confirmou a veracidade do anúncio de emprego. Segundo a fonte, mais de 500 candidatos já enviaram seus currículos.

    "Nosso CEO tornou-se um apaixonado caçador de pokémons, mas não tem tempo suficiente para isso. Alguém que alcance resultados incomparáveis neste jogo por um salário justo se faz necessário", diz o anúncio.

    Caso você esteja pensando em fazer as malas para tentar o emprego na capital russa, saiba que os aspirantes devem ter atingido pelo menos o nível 20 em suas próprias contas no Pokémon Go e estarem preparados para cumprir o dever "em qualquer condição climática".

    Tema:
    A loucura do Pokémon GO (21)

    Mais:

    Brasileiros começam a perder a paciência com o Pokémon Go
    Rússia desenvolve alternativa ao Pokémon Go
    Pokémon Go Soviético: como seria o game do momento com personagens de cartoons da URSS
    Tags:
    currículos, empresário russo, assistente, trabalho, emprego, caçadores, pokémons, Pokémon Go, Ruki Iz Plech, Rússia, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar