11:25 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    Os prejuízos econômicos da União Europeia, em consequência das sanções contra a Rússia, e do embargo russo aos produtos agrícolas europeus como resposta, podem resultar em retirada dessas sanções, disse o embaixador da França nos Estados Unidos, Gérard Araud, ao discursar nesta quinta-feira no Atlantic Council, em Washington.

    "Não me arriscaria a apostar no fato das sanções continuarem sendo prorrogadas o tempo todo… Penso que chegará um dia, quando alguns países europeus dirão para nós: desculpe, mas as suas sanções não estão funcionando e trazem prejuízos. Vamos pensar em outra coisa", disse o diplomata francês.

    As relações entre a Rússia e o Ocidente foram prejudicadas em consequência da crise na Ucrânia. No final de julho de 2014, UE e EUA, depois de instaurara sanções pintuais contra empresas e pessoas físicas, adotaram sanções contra setores inteiros da economia russa. Em resposta, a Rússia decretou um embargo aos produtos agrícolas de países que adotaram sanções contra o país.

    Mais:

    Mais subsídios agrícolas na UE, inclusive para compensar perdas com sanções contra Rússia
    Dano causado ao Ocidente pelas sanções anti-Rússia atinge $100 bilhões
    Embaixador francês: suspensão das sanções contra Rússia é 'para o bem de todos'
    Mídia: sanções contra Rússia podem ser revogadas, mesmo sem concessões por parte de Moscou
    De inimigo para amigo? Merkel quer levantamento de sanções antirrussas
    Tags:
    sanções, sanções econômicas, Atlantic Council, Gérard Araud, UE, Bruxelas, Washington, França, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar